home NOTICIA GERAL-02 222 views # SURF

Os Salinenses conquistaram as melhores colocações na Taça Cidade de Belém de Surf.

Foto Fernando Sette/Comus

Depois do pôr do sol, neste sábado, 16, a praia Farol, em Mosqueiro, foi tomada por surfistas que aproveitavam as ondas formadas na água doce para executar manobras radicais e disputar a Taça Cidade de Belém. A areia da praia serviu de palco para que o público pudesse prestigiar os mais de 70 atletas da competição, que é a terceira etapa do Campeonato Paraense de Surf de Água Doce. 

A programação, apoiada pela Prefeitura de Belém, começou durante a tarde. As finais das categorias Master, Open, Júnior e Iniciante foram todas realizadas durante a noite, com as ondas e atletas iluminados por grandes refletores instalados na areia.

“Tirei um dia de folga e vim pra Mosqueiro aproveitar o sábado de praia e muito sol. Tomei banho na praia e acompanhei as primeiras eliminatórias do surf. O plano era voltar para casa no final da tarde, mas acabei ficando para acompanhar a final. Para mim é uma novidade o surf em Mosqueiro durante a noite”, contou o funcionário público Erick Caldas, 31 anos, morador do município de Ananindeua.

Vencedor da categoria Junior, com atletas de até 18 anos, o paraense Nadson Costa, de 15 anos, acredita que é possível viver profissionalmente do surf. “Meu sonho é poder competir internacionalmente e estar cada vez mais envolvido com o esporte. A grande dificuldade ainda é conseguir patrocínio que ajude a participar das competições no Brasil e no exterior”, diz o atleta. Nadson, que é do município de Salinópolis e vai representar o Pará no próximo final de semana no Campeonato Maranhense da modalidade.

Destaques – O Pará é o único estado brasileiro que sedia duas etapas do Circuito Brasileiro de Surf e se destaca com grandes atletas. A surfista paraense Dayse Silva é a atual campeã brasileira de surf feminino. O paraense Nayson Costa é o terceiro melhor no ranking brasileiro e representa o Brasil no Circuito Mundial de Surf.  

“O Campeonato Paraense de Surf de Água Doce foi criado a pedido do prefeito Zenaldo Coutinho, ainda em seu primeiro mandato. O evento começou pequeno e se transformou em Campeonato Nacional valendo 1.000 pontos no ranking brasileiro”, destacou Noélio Sobrinho, presidente da Federação Paraense de Surf (Fepasurf). 

No final do mês de setembro, a Fepasurf estará com um estande na Feira Internacional de Turismo da Amazônia (Fita), lançando a modalidade surf de água doce como o mais novo produto dos esportes radicais. “Estamos trabalhando esta modalidade nos mesmos moldes que atuamos para lançar o surf na Poroca, conhecido no mundo todo e que é Patrimônio Cultural e Imaterial do Estado do Pará”, lembrou Noélio, antecipando que o surf na Pororoca em breve vai ganhar um selo dos Correios, em alusão aos 20 anos da modalidade.

Noélio antecipa que no dia 5 de outubro, em uma sessão especial da Câmara Municipal de Belém, o surf de água doce vai receber o título de Patrimônio Cultural e Imaterial do Município de Belém.

Confira os resultados da disputa pela Taça Cidade de Belém por categoria:

– Categoria Open: 1º – Paulo Rogério; 2º – Sandro Rogério; 3º – Rafael Corrêa; 4º -Janilson Mesquita.

– Categoria Master: 1º – Márcio Corrêa; 2º – Douglas Paraná (PR); 3º – Sandro Rogério; 4º – Severino Jr. 

– Categoria Júnior: 1º – Nadson Costa; 2º – Bruno Soares; 3º – Felipe Nóbrega; 4º – Gustavo Roberto.

– Categoria Iniciante: 1º – Jean Felix; 2º – Gustavo Roberto; 3º – Daniel Soares; 4º – Miguel Miglio.

 

Por Lauro Lima

222 viewsPublicado por: Kleydson Oliveira | em: 19/09/2017
COMENTE:
Arrow
Arrow
Slider
Arrow
Arrow
Slider